BAIXAR O LIVRO O COBRADOR DE RUBEM FONSECA

Devolvo o jornal pro crioulo. Levei a dona pro quarto. Polícia à procura do louco da Magnum. Como é executivo, a massagista te tocou punheta ou chupou teu pau? Eu vinha distraído pois estava pensando na Magnum, quando a buzina tocou. Sento perto, e fico olhando. Ele ficou branco, recuou.

Nome: o livro o cobrador de rubem fonseca
Formato: ZIP-Arquivar
Sistemas operacionais: Windows, Mac, Android, iOS
Licença: Apenas para uso pessoal
Tamanho do arquivo: 17.75 MBytes

Ele bloqueou a porta foneca o corpo. Ana aponta a arma pra minha testa. Escolhemos para iniciar a nova fase os compristas nojentos de um supermercado da zona sul. Pareço um aleijado, me sinto um aleijado. Você é homem, sabe como é, entende essas coisas, ele disse. Saí andando calmamente, voltei para a Cruzada. Pela abertura, dois olhos:

Ana aponta a arma pra minha testa. A morte do muambeiro da Cruzada nem foi noticiada.

Ela me pergunta se estou de carro. Polícia à procura do louco da Magnum. Os jornais abriram muito espaço para a morte do casal que eu justicei na Barra. Ele bloqueou a porta com o corpo.

  BAIXAR MUSICAS DA BANDA TRIBALISTAS

“O cobrador”, de Rubem Fonseca

Pareço um aleijado, me sinto um aleijado. Ficamos em pé ao lado da cama.

Girou a cabeça que estava encostada no banco, olhos muito arregalados, pretos, e o branco em volta era azulado leitoso, como uma jabuticaba por dentro. Ergui alto o alfanje e recitei: Azeitadinha, e também carregada.

Rubem Fonseca: O Cobrador – Portal Vermelho

Quem quiser mandar em mim pode querer, mas vai morrer. A farsanteza das mulheres. Encostei o revólver na têmpora dela e fiz ali um buraco de mina.

o livro o cobrador de rubem fonseca

Essa violência que é presente no texto pode estar presente e viva em nosso dia-a-dia sem nem mesmo percebermos, devemos parar e pensar. Damos até logo à Dona Clotilde.

“O cobrador”, de Rubem Fonseca | Análises Literárias

Descemos pelo elevador de serviço e saímos na garagem, entramos num Puma conversível. Ele começa a ficar da cor da roupa. Uma panela em cada molar cheio de cera do Dr.

o livro o cobrador de rubem fonseca

A buzina do carro também me aporrinha. Enquanto enfiava e tirava o pau eu lambia os peitos dela, a orelha, o pescoço, passava o dedo de leve no seu cu, alisava sua corbador.

  NOVO CD DA CLAUDIA LEITTE NEGALORA BAIXAR

Menu de navegação

Nem eu de você. Faço hora para ir na casa da moça branca. E o meu exemplo deve ser seguido por outros, muitos outros, só assim mudaremos o mundo. Meu ódio agora é diferente. Acho que ele morreu logo no primeiro tiro. Dona Clotilde olha para Ana um tempo enorme.

Escola da Vila

É melhor pagar, disse. Ponho as armas numa mala. Tenho medo de você, ela acabou confessando. É a síntese do nosso manifesto. Se escondeu quando olhei. Encostei o revólver nas costas dele. Deixei acesos os faróis. Vi da janela de um edifício um sujeito me observando.